Alta Floresta (MT), 21 de janeiro de 2019 - 07:41

Geral

14/01/2019 08:55 Fonte: Repórter MT

Servidores da saúde vão parar por 24h em protesto contra atraso de salários

Servidores estaduais da saúde prometem paralisar as atividades por 24 horas no próximo dia 12 de fevereiro. A decisão foi tomada no fim da tarde de sexta-feira (11) durante assembleia geral da categoria, diante da decisão do Governo do Estado de escalonar a folha salarial do mês dezembro e parcelar em quatro vezes o pagamento do 13º de parte dos do funcionalismo público. 

No dia da greve, cerca de seis mil servidores vão discutir a possibilidade de entrarem em greve por tempo indeterminado. 

Em nota à imprensa, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde (Sisma-MT), Oscarlino Alves, explicou que a paralisação será em todo estado, “em unidades ambulatoriais, hospitalares e administrativas, mantendo apenas o efetivo de 30% da urgência e emergência, e desmarcando todos os procedimentos eletivos caso os salários não sejam creditados em sua integralidade (100%) até o dia 11/02/2019 para todos servidores aposentados, pensionistas e ativos”.

“Com verba alimentícia não se brinca. Se prioriza! Não aceitaremos mais atrasos. E mesmo se alguns receberem por faixa o espírito de solidariedade da nossa categoria será o  diferencial de todos na luta por mais respeito”, ressaltou  Oscalino.

O Sisma é um dos primeiros sindicatos integrantes do Fórum Sindical a anunciar paralisação com indicativo de greve por tempo indeterminado. Esse movimento faz parte das ações das 32 entidades que compõem o grupo de sindicalistas. Até o fim deste mês, cada sindicato deve se reunir para debater o assunto e decidir sobre a paralisação dos trabalhos.

Quando anunciou o escalonamento, no início da semana passada, o governador Mauro Mendes (DEM) alegou falta de dinheiro em caixa para quitar os salários de dezembro de maneira integral. 

O Executivo acrescentou que o principal desfalque foi a não transferência dos recursos do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) no valor de R$ 500 milhões, por parte do Governo Federal.    

A folha de dezembro ficou R$ 552,5 milhões, segundo o Estado. 

Outra medida que irritou os funcionários públicos estaduais foi o parcelamento em quatro vezes do restante do 13° salário de 2018 para quem fez aniversário em novembro e dezembro e os comissionados. De acordo com a tabela, o valor só será quitado em sua totalidade no mês de abril.


Aplicativo divulgacao

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo