Alta Floresta (MT), 10 de dezembro de 2018 - 22:33

Polícia

Garimpo 08/12/2018 07:38 GazetaDigital

Se recebermos tiros vamos revidar, avisa coronel após morte de 2 homens em garimpo em MT

Os 2 garimpeiros mortos em confronto com policiais do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope), na Serra do Caldeirão, em Pontes e Lacerda (448 km ao oeste de Cuiabá), foram identificados como Diego Souza Silva e Rogerio de Brito Pereira, ambos de 31 anos. De acordo com a Polícia Militar, eles estavam entre os cerca de 50 homens armados com fuzis que invadiram uma área de extração de minério. O tiroteio foi registrado na tarde desta quinta-feira (6).

A invasão foi realizada na última segunda-feira (31). Seguranças da propriedade foram rendidos e sob ameaças e agressões, os criminosos ocuparam o lugar. Equipes policiais de Pontes e Lacerda foram acionadas e houve envio de reforços de cidades vizinhas e de agentes do Bope bem como um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Segundo o tenente-coronel Antônio Chaves, desde terça-feira (4) policiais militares tentam desocupar a área de garimpo ilegal e aos poucos os invasores têm deixado o local. “Várias pessoas foram detidas saindo do garimpo, à beira da serra. Se recebermos tiros, nós vamos revidar”, pontuou o policial.

A morte de Diego e Rogério se deu durante operação de retirada dos invasores. O comando especializado tentou acesso ao local por uma região de mata. Ao perceberem a aproximação das equipes, os invasores efetuaram diversos disparos contra os militares que revidaram e atingiram a dupla. O coronel acredita que podem ter havido mais feridos. Moradores da região registraram o momento do confronto entre os garimpeiros e policiais

Chaves pontua ainda que tem criminosos contratando pessoas de outras cidades para invadirem o garimpo. “Existem criminosos aqui de Pontes e Lacerda que contratam criminosos de fora para fazer esse tipo de ação contra a polícia, rendendo seguranças, colocando eles para correrem e atacar a Polícia Militar”, conclui.

A área invadida foi totalmente desocupada, conforme a PM. Porém, as equipes permanecem em ‘varredura’ pelo local.

Invasões anteriores

Dois episódios de invasão foram registrados em janeiro e maio de 2017, em Pontes e Lacerda, após a região ter ficado conhecida nacionalmente pelo garimpo ilegal instalado no local e batizado de "Serra Pelada". Milhares de pessoas de diferentes estados brasileiros foram atraídas para a região em busca de pedras preciosas e outro.

O Ministério Público Federal (MPF) e a Justiça Federal entraram em ação e foi determinada a desocupação da área. Para isso, houve atuação da Secretaria de Segurança Pública (Sesp) em conjunto com a Polícia Federal (PF) para desocupar o local. Desde então, várias outras invasções vêm sendo registradas na Serra do Caldeirão.

Em dezembro de 2016, também houve confroto entre os invasores e policiais. Foram registradas as imagens do momento em que os policiais são recebidos a tiros. O confronto ocorreu no dia 30 de dezembro de 2016 durante o resgate de vigilantes da mineradora Santa Elina que foram rendidos pelos criminosos.


Aplicativo divulgacao

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo