Alta Floresta (MT), 21 de agosto de 2019 - 19:52

Política

15/08/2019 07:10 Fonte: Gazeta Digital

Deputados rejeitam indicação de Mauro para diretoria da Ager

A Assembleia Legislativa confirmou na noite desta quarta-feira (14) na votação secreta o resultado da sabatina, realizada em 3 de julho passado, com os dois indicados pelo governador Mauro Mendes (DEM), Emerson Almeida de Souza e José Rodrigues Rocha Júnior, para as diretorias da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager).

Na sabatina, Emerson sofreu pressão de deputados, enquanto com relação a Rocha Júnior o processo de questionamentos foi tranquilo. Com 21 parlamentares em plenário nesta quarta, o primeiro foi rejeitado por 10 a 8. Os demais deputados se abstiveram. 

Após a reprovação de Souza, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, do mesmo partido do governador, apontou uma articulação interna para rejeitar a indicação de Mendes. O "trabalho" para derrota teria partido do deputado Max Russi (PSB), primeiro-secretário do Legislativo. 

Operação Rota Final 

Durante a sabatina, foi lembrado que  Emerson foi investigado na Operação Rota Final, da Delegacia Fazendária (Defaz). Ele citado como um dos integrantes da organização criminosa que pagava propina e fraudava licitações no setor do transporte.

Na arguição, os deputados Eduardo Botelho (DEM) e Ulysses Moraes (DC) questionaram sobre a operação. O sabatinado afirmou que “até hoje não vi qualquer decisão ou parecer técnico da Ager ser influenciado por política ou interesse econômico”.

Ele também enfatizou que não sabe o andamento do processo, pois “nunca fui chamado, nem solicitada a minha presença para prestar esclarecimentos. Nunca sofri busca e apreensão, nem mesmo na advocacia da Ager”. 

O caso em que Emerson foi citado tomou maiores proporções por causa da delação do ex-governador Silval Barbosa, que cita as atividades fraudulentas na Ager como forma de arrecadar propina. Na decisão de afastamento de um dos envolvidos da Ager, o desembargador Guiomar Teodoro Borges cita Emerson como parte do “braço estatal” da organização criminosa. Emerson é servidor de carreira do órgão. 

José Rodrigues, indicado para diretor regulador da Ouvidoria, respondeu apenas perguntas relacionadas à otimização de recursos e redução nos custos da passagem do transporte intermunicipal. 

Sobre Rodrigues 

José Rodrigues Rocha Júnior é advogado e foi secretário municipal de Assistência Social na gestão de Mauro Mendes em Cuiabá. Ele chegou a anunciar candidatura para deputado federal nas últimas eleições, porém, desistiu do pleito alegando um atentado. 

Rodrigues também é um dos membros do novo diretório do DEM em Cuiabá. 

José Rodrigues contou com 17 deputados votos favoráveis. Estavam ausentes da sessão noturna os deputados Dr. João, Romoaldo Júnior, do mesmo partido, e Janaina Riva, todos do MDB. Romoalado está de licença por 10 dias para tratamento de saúde. 


Editorial progresso11

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo